Abono Salarial 2020/2021 (Saiba o Que é, e Quem Tem Direito)

Anualmente o governo paga a alguns dos seus contribuintes um benefício denominado de abono salarial. Embora a sua mecânica não seja a mais simples de se entender, é fato que nem bem termina o pagamento de um ano e já estamos de olho no pagamento do ano seguinte é por isso que vamos falar hoje do Abono Salarial 2020/2021.

O abono salarial, também chamado apenas de PIS ou PASEP, é um benefício oferecido pelo Governo Federal aos contribuintes que estão de acordo com os requisitos pré-estabelecidos.

No entanto, é fato que nem sempre é muito fácil entender exatamente como esse benefício é pago ou como ele funciona. Então, para facilitar o seu entendimento, falaremos a seguir sobre o abono salarial 2020/2021.

Afinal o que é o abono salarial 2020/2021?

Abono Salarial 2020

Pois bem, de uma forma bem simples, o abono salarial é um programa do Governo que foi criado para ajudar a incrementar a renda de trabalhadores de mais baixa renda, podendo ser considerado um 14º salário.

Ele se divide entre o PIS e o PASEP, que possuem suas diferenças em alguns pontos, embora sejam essencialmente semelhantes.

Isso porque o PIS é o Programa de Integração social e ele é destinado aos trabalhadores do setor privado, além de ser pago pela Caixa. Já o PASEP é o Programa de Formação de Patrimônio do Servidor Público que, como o nome sugere, é destinado aos trabalhadores do setor público e é pago pelo Banco do Brasil.

Ambos possuem regras e requisitos bem semelhantes que vamos conhecer mais abaixo nesse artigo.

Como funciona pagamento do abono salarial 2020/2021?

Como Funciona Abono Salarial

De uma forma simples, o abono salarial é pago para todos aqueles empregados contribuintes do PIS PASEP que se enquadrem nos requisitos determinados pelo Governo Federal.

Para organizar o pagamento do abono salarial 2020/2021, o Governo faz chamadas de acordo com o mês de nascimento do trabalhador, no caso do PIS, ou com o último número da Inscrição, no caso do PASEP.

No entanto, nem sempre é muito simples entender como é que funciona a mecânica de pagamento desse benefícios e vamos tentar explicar isso melhor a seguir:

O abono salarial é pago considerando um ano como base da cálculo. Sendo assim, o que você precisa saber é que o abono salarial que começou a ser pago em julho de 2019 é referente ao ano-base de 2018 e é nesse ano que os requisitos devem ter sido cumpridos. Mais do que isso, o pagamento desse abono salarial só vai terminar em 2020.

Então, o benefício do abono salarial com ano-base de 2018 começou a ser pago em julho de 2019 e vai terminar em julho de 2020. Somente então é que se iniciará o pagamento do próximo ano base, que é 2019 e representa o abono salarial 2020/2021.

Está ficando claro?

Quem tem direito a receber?

Entendendo como funciona o pagamento do abono salarial 2020/2021, é essencial entender quais são os requisitos que devem ser atendidos para que se tenha direito a esse benefício, que são os seguintes:

  • Ter ao menos 5 anos de inscrição no PIS/PASEP, que significa que você já deve ter a carteira de trabalho há, ao menos, 5 anos, contando até o ano-base.
  • Ter trabalhado ao menos 30 dias, corridos ou não, no ano base do cálculo, que é 2019 no caso do abono salarial 2020/2021
  • Ter uma média de renda mensal de até dois salários mínimos
  • Estar com os dados atualizados pela empresa na RAIS (Relação Anual de Informações sociais) no ano base considerado

Vale reforçar que, para receber o abono, você deve ter cumprido todos esses requisitos no ano-base considerado para o cálculo, que é 2019.

Qual o valor do abono salarial 2020/2021

O abono salarial é um benefício pago de forma proporcional à contribuição, ou seja, se você trabalhou o mínimo, recebe o mínimo e se trabalhou o máximo, recebe o máximo.

Para ficar mais claro, o valor máximo pago pelo abono salarial é o valor de um salário mínimo. Sendo assim, para aqueles trabalhadores que tiveram carteira assinada apenas por 30 dias (1 mês) o valor pago pelo abono salarial será de 1/12 do salário mínimo.

Já para aqueles trabalhadores que estiveram empregados por 365 dias (12 meses) o abono salarial 2020/2021 pagará o equivalente ao valor total do benefício, que é um salário mínimo inteiro.

Dessa mesma forma, quem trabalhou apenas 60 dias (2 meses) vai receber apenas 2/12 do valor total do salário mínimo, quem trabalhou 90 dias (3 meses) vai receber 3/12 do valor total do salário mínimo e assim por sucessivamente.

Se você está na dúvida se terá direito ao abono salarial, uma boa dica é acessar o site da Caixa (www.caixa.gov.br) e fazer uma consulta, na opção “Consulta Pagamento”.

Outra excelente opção é ligar diretamente para a central de atendimento da Caixa pelo número 0800 726 0207.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre o abono salarial 2020/2021 e como aproveitar esse benefício.

 

Leave a Reply